Tolerância

AA012954Um dos valores que temos perdido é a tolerância. Abrindo os jornais hoje em dia  pode se perceber isto – evangelicos se degladiando por diferentes opiniões, negando os princípios que o próprio Jesus tanto pregou, Homossexuais querendo seus direitos em uma clara demostração de intolerância contra os que discordam de seu estilo de vida, praticantes de candoblé e outras religiões de linha afro buscando mais espaço e lutando com o preconceito e discriminação que são palavras irmãs e caminham de mãos dadas.
Muitos falam de tolerância, mas uma coisa é falar sobre Tolerância e outra coisa é praticar a tolerância. Tolerância inclui a aceitação das pessoas como elas são, sem tentar mudá-los, mas sim tentando entendê-los e seus ideais e pontos de vista.

Significa estender a mão e se envolver com aqueles que de outra forma não nos envolveriamos. Isso significa que operam a partir de uma posição de graça e de abertura para aqueles que são diferentes de nós.

Significa minimizar as diferenças o suficiente para ouvir um ao outro e entender uns aos outros, então o diálogo construtivo e instrutivo que pode ter lugar para o benefício de todos os interessados.
Em muitos casos, há mais coisas em comum do que diferenças, quando levamos bastante tempo, paciência e cuidado para construir pontes com aqueles que são diferentes de nós.

Tolerancia inclúi aceitação das pessoas com elas são, sem tentar mudá-las, mas tentando entende-las, seus ideias e forma de ver o todo.

Significa alcançar e se envolver com aqueles que de outra forma não teríamos acesso.  Significa agir com uma posição de graça e abertura para com aquele que são diferentes de nós!

Significa minimizar as diferênças o tempo suficiente para ouvir o próximo e entender o próximo, de forma que este diálogo construtivo e instrutivo pode existir para o benefício de todas os envolvidos.  Este diálogo rompe os muros da divisão, e diminui problemas das diferênças permitindo movemento em situações de intransigencia.
Em muitos aspectos existem mais coisas no comum do que nas diferênças, quando colocamos tempo suficiente, paciência e ter em mente o contruir pontes com aqueles que pensam diferente de nós

Pense sobre estas situações a seguir…

# 1 – Imagine você, domingo a noite na igreja,você todo penteado, de terno, gravata – culto rolando quando de repente entra um punk cheio de tatuagens, cabelo moicano todo espetado para cima ou um travesti, destes que tem por ai, todo produzido com roupas provocantes, silicone e tudo mais, pela porta da “igreja” e se assenta ao seu lado para participar do culto – Qual seria sua reação? Você saberia recebê-los com amor?

Na sua “igreja” tem lugar para este “tipo” de gente?
Pense sobre isto… A seguir alguns casos que presenciei quando eu ainda vivia nos Estados Unidos com pessoas próximas de mim:
Duas atitudes que foram simplesmente estúpidas. Leia os relatos a seguir;

# 2 – Situação 1: Uma moça de uns 26 anos espírita, uma crente pentecostal, Eu e minha esposa entre outros funcionários. De repente a moça espírita chega para mim e me pergunta: Carlos você é crente não é? Eu meio sem entender do que se tratava disse que sim, e ela seguiu com a pergunta; A fulana que é crente também, disse que eu vou para o inferno por ser espírita, é verdade? – Ponderei por alguns instantes e disse: Eu discordo! Ela surpresa tentando entender o que eu disse me pediu que explicasse: Soraia! Acho que era este o nome dela, Deus enviou uma carta de amor a toda humanidade, inclusive a você e o único que poderia te julgar morreu de braços abertos por você. Infelizmente as pessoas confundem Jesus, evangelho com religião. Isto me faz lembrar o fato narrado no evangelho de João cap. 4 V. 9, quando Jesus se aproxima de uma mulher Samaritana pedindo água e ela mais que depressa disse para ele: “Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana?” . Infelizmente a funcionária da Soraia falou sobre condenação, manipulando-a através do medo… Nada falou da carta de amor que é Jesus. Ela ficou assim meio pensativa e me disse: Nunca tinha ouvido desta forma! Fiquei feliz por ter tirado o medo do coração dela e creio que esta palavra ficou marcada para sempre na vida daquela moça e que Deus complete a obra naquele coração.

# 3 – Situação 2: Eu trabalhava com reforma de telhado vendas e assitência ao cliente. Tinha como funcionário Toninho, e mais uns dois irmãos da Assembléia de Deus. Quando chego na obra na parte da tarde o Toninho me diz: Rizzon o fulano me disse que tenho que ser é de Jesus! Fique curioso para saber a resposta dele, e perguntei logo em seguida; E o que você respondeu para ele Toninho? –
Toninho: Ah Rizzon eu perguntei a ele: “Você acha que eu sou de quem? Do capeta?!”

Ai um caso clássico de exclusão. Será que todos que estão dentro da igreja e que professam a fé cristã são de Deus? Caso sim, como fica a situação daqueles a que Jesus se referiu?: “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.” Mateus 7:22, 23.
Quando lemos a palavra temos o entendimento que Deus vai além do que os olhos vêem, ele vê o coração e má noticia para os enganadores, ele sonda os corações e mentes.
O evangelho do reino de Deus é um evangelho que inclui e não exclui, um evangelho que aceita o próximo como ele é.

# 4 – Tem um amigo meu que foi criado em uma Igreja Batista no Rio de Janeiro e quando chegou nos EUA se integrou numa igreja de linha pentecostal e não demorou muito para que um irmão insistisse com ele para buscar o batismo com o Espirito Santo e que isto acontecendo o ministério dele ia deslanchar e o fato interessante é que este irmão que incetivava ele a buscar o batismo era pastor auxiliar, nada contra o ser pastor auxiliar…Mas já era para o ministério dele ter deslanchado, ainda que não entendí exatamente o que ele quis dizer com deslanchar mas vejo isto como uma forma de discriminar os proprios membros da igreja. Será que batismo com o Espirito Santo é um fato isolado após a conversão ? Ou será que recebemos este batismo no ato da conversão ?. O apóstolo Paulo aos Corintios pergunta; “Falam todos em linguas ?” É obrigatório se falar em linguas ? Infelizmente somos intolerantes com os da própria casa…e a palavra nos declara que o amor seria um diferencial na nossa vida, não o falar em linguas, como diz o texto a seguir.

“Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros!”
João 13:35

Fique na paz

Pr. Carlos Rizzon

2 comentários em “Tolerância”

  1. Brother compartilho da sua frustração, tudo que tenho pedido a Deus é que me mande pessoas que amem a Ele intesamente, infelizmente pessoas dispostas a se entregar ao reino é cada dia mais raro, não foi a toa que Jesus disse: “Porventura, quando vier o filho de homem achará fé na terra?” (Lc.18:8). Muito bom aquele vídeo sobre o formão de Deus God’s Chisel”, valeu por compartilhar.
    Seja bem vindo à Igreja Urbana.
    Pr. Carlos Rizzon

  2. Muito bom estas imagens. Falam muito ao meu coração. Aspiro estar envolvido numa igreja que produza esta atmosfera. Olhar para os de fora, os que realmente tem sede de Deus. Dói muito na alma ver tantos cristãos desinteressados em dar tudo de si para exaltar o nome de Jesus Cristo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.