Quanto mais penso, mais frustrado fico. Então, “Pare de pensar”, alguns dirão. Mas não tem como. Eu vivo viajando e vendo a igreja em vários lugares e cada vez mais eu fico triste. Eu fico triste em ver como algumas galeras torcem o nariz para outros irmãos em Cristo que não são da sua tribo. Eu fico triste em ver o show daqueles que estão no palco tentando chamar atenção pra eles ao invés de Jesus. Sim, eles gritam o nome de Jesus, mas de uma maneira que nos faz olhar para eles. Não me leve a mal, mas eu não quero te ver. Eu quero ver Jesus. E se eu quisesse ver um bom show, eu pagara R$200 para ver U2 em vez de 10% para ver um pastor fingindo ser Bono Vox.

Meus amigos, essa empresa eclesial não é nada que Deus queria quando estabeleceu a Sua igreja. A verdade é que a igreja primitiva era mais parecida com o que vemos num bar hoje em dia do que nos prédios mal nomeados “de Deus”. Só porque me chama de amigo não quer dizer que sou seu amigo. E só porque fala que é “casa de Deus” quer dizer que é e que Ele frequenta. Pois eu garanto que se Jesus entrasse na maioria desses prédios grandes (o grande desperdício de dinheiro do reino que podia ser mais bem gasto avançando o reino Dele em vez do homem por trás da cortina) bancos seriam chutados e homens botados pra correr diante da ira do Filho.

Assim eu te digo, tudo que um bar tem é tudo que a igreja precisa, mas não tem.

No bar:

-As pessoas vão porque querem estar, não porque sentem obrigados a estar.

-Os cânticos são uma celebração e às vezes terapêutica.

-Cumprimentar uns aos outros é algo do coração e todos sabem.

-Tudo mundo tem um lugar esperando por ele, e se não tem espaço, alguém sempre oferece o seu lugar.

-Tudo mundo tem uma oportunidade de jogar, mas se você não quer, não precisa.

-As pessoas percebem quando você para de aparecer.

-Ninguém tenta fingir ser algo que não é e se tenta alguém sempre te cobra.

-Assim ninguém espera que os outros sejam perfeitos e ninguém precisa fingir.

-Se você erra, eles chamam a sua atenção.

-Se pisar na bola, você é perdoado.

-É um ótimo lugar para ir se está querendo estar sozinho.

-É um ótimo lugar para ir se está querendo estar com pessoas.

-É um ótimo lugar para ir quando está se sentindo mal.

-É um ótimo lugar para ir quando está se sentindo bem.

Imagine se nossas igrejas fossem iguais os bares, claro sem o pecado, mas quem vai dizer que tem menos pecado na igreja do que o bar? Eu não. Como nós precisamos de uma reforma.

Até quando Pai, temos que esperar por alguém começar chutar bancos?

 

Pr. Jeff Fromholz

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + três =