Pastores, a Igreja, as instituições (“Igrejas”) e os aborrecidos.

Você por acaso já se deparou com alguém que disse assim: ”Ah ! Eu estou cansado(a) do sistema de grande parte das igrejas e dos pastores corruptos e esta teologia da prosperidade” Pois é, se já ouviu este tipo de conversa quero assegura-lhe de que você não esta só, pois eu também já ouvi esta prosa ruim se não ouviu você deu muita sorte. Há uma semana e pouco atrás tivemos um culto abençoado aqui em BH, onde estão dando início a uma Deliverance Bible Church no Brasil e pude conhecer um pouco mais do cenário underground de BH e depois do culto com o Pastor Cleetus que trouxe uma mensagem muito boa sobre o estar disponível a Deus, ser vulnerável ao agir de Deus eu comecei a observar algumas pessoas e vi algo em comum com outros grupos que se dizem aborrecidos com o sistema, desnecessário dizer que nem todos estão aborrecidos ou reagem da mesma forma. Perguntei a Deus o porquê disto, da chateação destas pessoas já que eram cristãs, e não estou especificamente falando do pessoal que esteve nesta reunião mas foi uma somatória e a resposta que Ele me deu foi muito simples e triste; “Estas pessoas se chatearam com as igrejas e ou com os pastores, porque eles nunca serviram a mim, mas a estas igrejas e as estes pastores”, e por um momento, comecei a pensar sobre isto e como Deus sempre tem razão era verdade, muitos dos que estão, digamos afastados o fizeram por algo que algum pastor fez ou deixou de fazer, mas e o reino de Deus ? E o congregar que a palavra nos exorta a não deixar ? . Lembro-me de uma vez, quando nós, eu e minha esposa, ainda estávamos em Miami, e fazíamos parte de uma certa igreja, e de repente ouvi alguém dizer: “Irmão Carlos querendo ou não esta igreja é dele!” Aquilo caiu como uma bomba na minha cabeça e eu disse à minha esposa: “Você quer saber? A partir de hoje vamos viver a nossa vida, e quando der tempo “iremos à igreja”. Durante alguns meses fiquei mastigando aquela muxiba (rsrsrs), mas num dia quando estávamos orando, o Espírito Santo me disse que eu estava errado e eu meio que “What !?!”Eu errado?! É,  Eu estava errado, não por ter constatado aquilo, mas por ter abandonado a congregação ou o congregar como queira. Me arrependi e naquele mesmo instante oramos e nos acertamos com Deus. Com isto, o Senhor começou a me mostrar que realmente tem muita gente que engana, manipula e tira proveito das pessoas, e que eu não deveria olhar para estes fatos, mas buscar o Seu Reino em primeiro lugar. O Reino de Deus engloba todas as igrejas, seja Tradicional, Pentecostal, Neo Pentecostal ou qualquer outro seguimento, e este Reino é feito de pessoas, e mesmo que eu discordasse, deveria voltar a me congregar, porque o que importava era “Buscar o Reino em primeiro lugar”. Participando daquela “igreja*” eu estaria abençoando as pessoas que são parte do Reino de Deus, e assim sendo um canal de bênçãos. Depois de me arrepender e pedir perdão a Deus, Ele me disse: “Carlos você serve é a mim e não a homens”, e a partir daquele dia continuei a ir “à igreja*”. As vezes, ouço muita abobrinha, vejo muita manipulação, e apesar de algumas vezes ficar um pouco irritado, isto não me tira o desejo de congregar, amo estar no meio do povo de Deus. Mas, infelizmente o que mais vemos hoje em dia, são pessoas que estão buscando desculpas, algumas até na palavra, para viverem uma vida mundana . Há um texto que nos mostra isto; II Timóteo 3:1-9 “Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos, pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; sempre aprendendo, mas nunca podendo chegar ao pleno conhecimento da verdade.E assim como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesta a sua insensatez, como também o foi a daqueles.“ Uma triste realidade, infelizmente estão por ai enganados e enganando a outros incautos que não se posicionam na palavra, e que permanecem em cima do muro. A você que um dia se aborreceu com o sistema ou com a “igreja*” ou algum pastor, quero dizer que quem deu a vida por você foi Jesus, e que este mesmo Jesus disse que: “Quem quisesse vir após ele deveria negar-se a si mesmo, tomar a sua cruz e segui-lo”, aqui neste texto não fala nada de igreja ou pastor, mas fala de Jesus. Eu depois que tive o entendimento aberto sobre isto faço com Paulo, “Mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante eu prossigo para o alvo pelo prêmio da soberana vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.”
*Caso você queira saber o porque destes asteriscos perto da palavra igreja, leia neste site um artigo de nome “Cartilha Neo testamentária” e você entenderá.
Fiquem na paz.
Pr. Carlos

15 comentários em “Pastores, a Igreja, as instituições (“Igrejas”) e os aborrecidos.”

  1. Olá Carlos é um prazer receber seu comentário aqui na nossa página. E o que você disse tem muita verdade, mas preciso esclarecer algo, na verdade não foram os pastores que começaram com estas heresias e manipulação do povo quanto ao dízimo mas sim as instituição denominada “Igreja”. Pastores, Apóstolos, Mestres e Evangelistas fora instituídos por Deus, leia Efésios 4:11 para maior entendimento. Sabemos que a instituição vai mal, muito pastores tem dado maior valor ao ter em detrimento do Ser, infelizmente todos nós estamos sujeitos a cair se não vigiarmos. Desde que se institucionalizaram o local de culto é que começou esta manipulação que se vê por ai. Como você disse, A palavra nos ensina a dar por amor e não por constrangimento “Pois, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, quer vivamos quer morramos, somos do Senhor.” (Romanos 14:8). Fique na paz e que tenhamos sabedoria e discernimento nestes dias maus.

    Pr. Carlos Rizzon

  2. A verdade é uma so Jesus disse o meu reino não e deste mundo vejam que na igreja dos apóstolos não era os pastores que pregavam e sim os presbiteros, diáconos, evangelistas. Examine as escrituras, também não tinhamos igreja matriz e filial. A igreja era local e com o aparecimento dos pastores tudo mudou, os pastores pregam o antigo pacto. Os apóstolos o novo pacto os pastores pregam o dizimo obrigatório e Paulo escreveu: “Contribua não por OBRIGAÇAO e nem por CONSTRANGIMENTO, mas o que propor em seu coraçao. Os pastores dizem que quem não der o dízimo estará sujeito a todo tipo de maldição e os apóstolos nunca pregaram tal pregação.
    Meu email
    carlos.roch@bol.com.br

  3. Pois é. Lidar com as coisas santas de Deus como se fosse comércio só pode dar nisso. Pessoas decepcionadas com “pastores” e com “igrejas”. os que agem dessa forma não tem o direito de serem chamados pastores, apóstolos, bispos, profetas de Deus. nem mesmo são Igreja, mas, sim um covil de salteadores.
    Interessante que Deus deixa que essas pessoas construam sua “torre da confusão”, mas a Sua intervenção está por vir. O Plano Salvador é líquido e certo: por meio de Cristo, o Caminho. Quando a ênfase está no mundo material, na construção de impérios, nos copos de água do “jordão”, na cruz que disolve papeis com problemas, abre-se a porta para o avanço do não cristianismo. Islamismo está crescendo, bem com espiritismo, paganismo e satanismo e outros ismos. É necessário um basta.
    Paulo disse: Decidi nada saber a não ser a Cristo, e este crucificado. Sua meta era por todo os modos salvar alguns.
    Sigamos seu exemplo.
    Compartilhando experiências da VIDA com DEUS

  4. Gunter obrigado por comentar em nosso site, concordo com você brother, infelizmente a coisa esta feia, mas temos que olhar para o autor e comsumador da nossa fé. Por causa de tanta confusão tenho optado seguir o que nos ensina Mateus 6:33, Estou buscando o reino de Deus em primeiro lugar.

    Fique na paz
    Pr. Carlos Rizzon

  5. Ou, muito bom Carlão!
    Estávamos eu e mais 3 amigos conversando sobre isso terça feira(tinham 4, mais um foi embora, não concordou com o papo,hasuauhsuhashu), ficamos até as 5 da manhã conversando sobre esse sistema. Foi muito bom, e a idéia é exatamente essa q vc disse. Parece até q vc tava conversando com agente. haushuahusua… só que creio que nós temos que fazer a diferença ali dentro de nossas Igrejas.
    A algum tempo eu estava nessa tambem, de sair de minha Igreja e tals. Fui conversar com Deus e Ele me disse que se lá está ruim e não estou me agradando, que era para eu ir e fazer a diferença lá dentro. Desde então tenho tentado fazer isso, é meio difícil, mais Deus ta abençoando!
    Gostei muito do texto.
    Um grande abraçooo!

  6. Fala Bruno, infelizmente muitos dentro da instituição igreja, seguem aos líderes, à denominação e muitas outras coisas. Outros ainda estão na igreja por medo do diabo, inferno e etc.
    Jesus nos dá a receita em Mateus 6:33 “Mas buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”
    Temos que buscar o reino de Deus, quando se fala em reino, se fala em senhorio, território, leis, mordomia… Infelizmente é um tema pouco abordado nas Igrejas.
    Fique na paz,

    Pr. Carlos Rizzon

  7. Obrigado por investir parte do seu tempo comentando em nosso site, sua opinião é muito valiosa para nós. Cremos que temos que espelhar Jesus no nosso viver diário e muitas vezes perdemos o foco e somente vemos o que os nossos olhos vê, temos que, como diz em Romanos 12:1,2 renovar nossa mente para entender qual a boa, perfeita e agradavel vontade de Deus.
    Prazer tê-lo aqui no nosso site.
    Pr. Carlos Rizzon

  8. I aí Carlos…A paz de Cristo!
    Benção de mais o texto, como o Tibu comentou nós estavamos falando sobre isso e chegamos a conclusão:
    “Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mais Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim”
    Gálatas 2.20
    Prevaleça a vontade de Deus e não a nossa!!
    Que o Senhor seja glorificado em nossas vidas, para que outras vidas conheçam o seu amor.
    Almas, Almas e Almas…Milagres, Milagres , Milagres!
    Valeu…que Deus continue te abençõando.

  9. FÁBIO NAZAETH ANDRIETTA

    CARISSIMOS….NESTES TEMPOS EM QUE VIVEMOS NAO VEMOS MAIS AMOR NEM A PALAVRA E MUITO MENOS A DEUS E SUAS LEIS…O QUE VEMOS E ABUSO, EXPLORACAO, ENGANACAO DO POVO DE DEUS…EM TODAS AS PARTES E TODAS AS IGREJAS, SEJAM EVANGELICAS OU NAO….A DECEPCAO ESTÁ BEM CLARA…E QUANDO ESTAO DECEPCIONADOS OU A ONDE A FÉ OU BUSCA OUTROS LUGARES PARA MANIFESTÁ-LA…..
    MUITOS NAO SABEM O QUE FAZER OU PRA ONDE IR…ESTÃO PERDIDOS…É UMA PENA O QUE ESTÃO FAZENDO COM O POVO DE DEUS NESSES TEMPOS DIFICEIS….SÓ DEUS PODE SALVAR ,LIBERTAR E CURAR…É LAMENTAVEL QUE PASTORES,PRESBITEROS OU OUTROS ESTEJAM FAZENDO TUDO AO CONTRARIO….LOGO VIRÁ O JUIZO E AI NAO HAVERA MEIOS TERMOS E NEM CHORADEIRAS….PERMANECAMOS NA FÉ VERDADEIRA,EMBORA MUITOS ZOMBEM DE NOS….O TEMPO ESTÁ RUINDO E MUITOS NAO VEEM, O MESTRE ESTÁ ESGOTANDO EM SUA PACIENCIA E QUANDO SUA JUSTICA CHEGAR MUITOS SE LAMENTARAO DE NAO TER FEITO O BEM…..E NAO SEREM SINCEROS COMO FOI MANDADO….
    PAZ E GRACA A TODOS

  10. Olá Fábio a paz!
    Obrigado por nos escrever e o que você escreveu é uma grande verdade, infelizmente isto também serve para testar a convicção e a motivação de cada um. Não é de espantar Jesus ter dito: “Porventura quando vir o filho do homem achará fé na terra?” Lucas 18:8b. Penso que o conselho do escritor aos Hebreus é dos mais propícios para o nosso tempo: “Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, fitando os olhos em Jesus, autor e consumador da nossa fé, o qual, pelo gozo que lhe está proposto, suportou a cruz, desprezando a ignomínia, e está assentado à direita do trono de Deus.” Hebreus 12:1,2
    Grande abraço,
    Pr. Carlos Rizzon.

  11. O Que mais se ouve por ai é que não existe igreja certa, que todas estão do mesmo jeito (uma bagunça), sendo assim como DEUS não aprova as coisas erradas, eu não preciso estar contribuindo nem financeiramente, nem com incentivo com esta coisa ridicula que estão as nossas igrejas. Querem membros somente para servi-los, só os parentes de pastor é que estão certos, na minha biblia eu não tenho que servir a homem nenhum, por isso procuro outros meios de servir e adorar á DEUS, me mantendo afastado desta imundiçe, DESEJO A PAZ DO SENHOR PARA AQUELES QUE REALMENTE A TEM, AMÉM

  12. Carlos obrigado pelo comentário no nosso site e é preciso fazer uma distinção quando se usa a palavra igreja, pois ela se refere às pessoas que compõem o corpo de Cristo. A igreja quanto instituição está falida, não pela instituição, mas pelas pessoas que estão envolvidos nela que, por algum ($$$) motivo se deixaram corromper e muitas vezes nós não fazemos distinção entre a igreja de Cristo ekklesia desta instituição corrompida que está aí. Não sei se você já observou. O reino de Deus precisa sim de recursos financeiros, mas é necessário que renovemos a nossa mente com a palavra para entendermos qual seja a bao, perfeita e agradavel vontade Deus que é a conversão, ou seja, pego os valores do reino contidos na palavra e aplico no meu viver diário restaurando assim a imagem de Cristo que um dia perdí pelo pecado. Quanto a servir homens eu entendo o seguinte, não sei se você já observou algo que Jesus disse no evabgelho de Marco capítulo 10 verso 45 parte a, que diz: “Eu vim não para ser servido, mas para servir…”. Só podemos servir à Deus quando servimos ao próximo. Devemos sempre nos lembrar que a coisa principal é fazer da coisa principal a coisa principal; infelizmente com tanta gente inescrupulosa por ai falando em nome de Deus a coisa mais fácil é pegarmos o que é periférico e colocar como principal resultando assim num gasto de energia grande que poderia ser usada para o reino de Deus e consequentemente uma perda do foco que é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a tí mesmo. Mesmo que este próximo seja uma ‘pastor’ pilantra. Grande abraço, Pr. Carlos Rizzon

  13. Oi Carlos,

    Opa..quando vi o títulome interessei logo e dei uma lida. Inicialmente, fiquei muito feliz em saber que eu nao estou sozinha no meu modo de pensar nas muitas Instituicoes de fins lucrativos, que colocam o nome de “Igreja” mas (sempre existe uma mas..) daí fiquei meio que sem saber o que pensar sobre “aceitar” e continuar em comunhao nesse tipo de Igreja a que me referi. Eu, aqui em BH, visitei a couple of chruches, e consideradas igrejas de grande porte..uma com pessoas abencoadissimas mas esnobes e de certa forma frias e sem direcao. A sensacao que tinha é que estavam mais para fazer caridade e encher o cofre da Igreja do que realmente estar em comunhao. Nao me senti a vontade por lá. Uma outra Igreja que visitei, bem esta tem uma enorme influência mas me deixava muito solta. Perdeu o caráter pessoal, acumulando seguidores e vivendo de sucesso. E aí foi quando visitei a minha comunidade crista atual…na qual sinto o mover de Deus nao somente como congregacao mas sim como no trato de um para com o outro. Eu acredito sim, que o Espirito de Deus nos salva (principalmente bebzinhas cristas como eu) de ser poluída com certas heresias e chegar a conclusao que devemos nao ignorar ou julgas as outras ocngregacoes cristas, mas orar para a liderancas dessas congregacoes.
    Abracos,
    Cibele

  14. Carlos é muito difícil, eu estar congregando em uma igreja, sirvo ao Senhor somente visitando elas e tentando obedecer seus mandamentos, pois de 4 delas, 3 fui assediada por Pastores sendo uma mulher casada e meu esposo louva comigo.A falta de temor a Deus é tanta que o cara acabou de pregar sobre adultério e logo depois veio cheio de intenções, eu ao lado de meu marido, essa foi uma que visitamos. Hoje eu e meu esposo continua louvando a Deus sabendo que não precisamos estar em uma igreja para ser salvo, isso tudo aconteceu no começo da caminhada dele , só Deus sustentou ele esses 6 anos, porque nem mundano, canta a mulher do próximo na cara do marido e ainda diziam que ele não era liberto. O pior que esses tipos ensinam as ovelhas a serem iguais a eles, conclusão as igrejas estão virando uma zona onde rola de tudo um pouco: a desculpa é não existe igreja certa só na glória. A paz do Senhor: Ana Paula.

  15. Ana Paula obrigado por comentar no nosso artigo e sinceramente fico triste em ler o que você escreveu. Como se diz em Inglês I’m sorry por ouvir isto, mas quero de alguma forma encorajar a você e seu esposo. Nem todas as igrejas são igrejas sérias e nem todos pastores são pessoas sérias e sinceras. A vida Cristã vai muito além da salvação do inferno e é importante que se congregue. Penso que você deve juntamente com seu marido orar e perguntar a Deus onde congregar e deixar que o Espírito Santo os guie, não se iluda e não permita que falsos pastores, falsos mestres os mantenha fora da congregação, somos igreja por termos o Espírito Santo em nós, mas é no ajuntamento que ele ordena a benção (Salmos 133:1-3). Fique na paz!
    Pr. Carlos Rizzon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.